Carrinho 0

Lingerie e negócios: Como está o mercado de lingerie no Brasil?

atacado de calcinhas atacado de lingerie atacado de lingerie rj atacado de moda intima atacado de roupas intimas beautiful lingerie calcinha calcinha de renda calcinhas no atacado calcinhas por atacado capital da moda intima catalogo de lingerie catalogo de moda intima dicas de lingerie fabrica de lingerie em goiania fabrica de lingerie em juruaia juruaia moda intima juruaia moda intima atacado lingerie lingerie em friburgo lingerie em nova friburgo lingerie plus size moda intima no atacado revender lingerie seja um revendedor site de lingerie strappy bra sutiã sutiã de renda sutiã plus size sutiã sem bojo sutiã triangular

Lingerie e negócios: Como está o mercado de lingerie no Brasil?

Para alguns setores não há crise. O mercado de lingerie no Brasil é um deles. O país é um dos grandes produtores e exportadores mundiais de moda íntima. Especialistas em marketing afirmam que o setor reúne muitos nichos e oportunidades. Você revende lingerie? Vamos apresentar tendências de negócios para aumentar os lucros. Pretende ser revendedor? Veja por quê investir em roupa íntima é um ótimo negócio.

Fique íntimo da indústria brasileira de lingerie

O Brasil é o 5o maior produtor têxtil do mundo. Em 2014, o segmento cresceu 33%. E o fermento desse bolo são os pequenos fabricantes. A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, um dos grandes polos brasileiros de moda afirma que 70% da produção estadual é vendido por sacoleiros. A importância do Rio de Janeiro para a moda íntima é tanta que o Polo de Nova Friburgo e Região é tida como a “capital da moda íntima brasileira”, com quase 30 mil lojas.

Mas, Goiás, Santa Catarina e Minas Gerais também são grandes produtores. E por falar em Minas Gerais, a cidade de Juruaia é a grande surpresa. Ela faz e vende 15% da lingerie brasileira e está no 3a posição. O sucesso é tanto que vende peças para Portugal, Estados Unidos e Oriente Médio. A Felinju (Feira de Moda e Lingerie de Juruaia) existe desde 1998 e em 2016 movimentou R$12 milhões.

Perfil do consumidor

As mulheres que mais compram lingerie têm entre 25 e 34 anos, compram ao menos 1 vez por mês e gastam cerca de R$100,00. Cerca de 32% vão para trocar peças antigas e costumam comprar na mesma loja. E sabia que 20% dos consumidores são homens que compram para namoradas, noivas e esposas?

Isso é um termômetro para você que vende ou pretende vender roupa íntima. Esteja sempre antenado (a) às novidades, acompanhando blogs como o Notícias e Dicas do Universo Feminino https://friburgoatacado.com/blogs/noticias-e-dicas-do-universo-feminino. Assim você fica por dentro das tendências para fidelizar e conquistar clientes.

Tendências que esquentam o mercado de lingerie no Brasil

 

Conjunto Plus Size Angela - Vendor conjunto plus size, dlelis, feminimo, lanu00e7amento, lanu00e7amentos, lingerie, Lingerie Plus Size, Moda intima, moda intima no atacado

 

Conjunto Plus Size Angela - Vendor conjunto plus size, dlelis, feminimo, lanu00e7amento, lanu00e7amentos, lingerie, Lingerie Plus Size, Moda intima, moda intima no atacado

A moda plus size veio para ficar. Você que investe em lingerie para revenda precisa comprar roupa íntima tamanho GG. Mas, não pense que é só peças comportadas e com ar antigo! As mulheres plus size querem lingerie bonitas e sexies. O sutiã sem bojo (já falamos dele por aqui!) e o strappy bra, sutiã com tirinhas na frente e a renda também são tendências.

Viu como o Brasil é um país cheio de oportunidades? No caso da moda, busque referências de estilo e gestão para ir à luta. Para saber o que está na moda, já sabe, consulte o blog do Friburgo Atacado!

Aqui no Notícias e Dicas do Universo Feminino você acompanha o mercado de lingerie no Brasil e as melhores dicas de moda íntima! Confira todas as postagens!


Post anterior Post seguinte


Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

Sale

Unavailable

Sold Out